Aplicativo corrige erro histórico de jornalistas

Se alterar o sentido de uma frase já pode ser um problema, imagine então quando o que foi dito mexe com o brio, o orgulho e as feridas abertas de um país que viveu o holocausto (literalmente) durante a Segunda Guerra Mundial. Em vários lugares do mundo, quando se pretende falar sobre Auschwitz e outros campos de concentração que foram instalados na Polônia pelos nazistas, vários jornalistas não avaliam o poder das palavras ao cunhar a expressão “campo de concentração polonês”. Para quem nasceu no país, entretanto, é um absurdo afirmar que os campos eram poloneses, já que eles apenas foram criados por lá. Para ajudar jornalistas, blogueiros e editores a repararem o erro grave, uma agência de propaganda de Varsóvia criou para o Museu Estatal de Auschwitz-Birkenau um aplicativo que avisa sobre o uso da frase equivocada em softwares e outras aplicações como Microsoft Office, TextEdit, Keynote, Outlook e Safar. Intitulado como Remember, o aplicativo pode encontrar o erro em 16 idiomas.

Deixe um comentário. (Os comentários não representam a opinião da Revista Olhar São Paulo. A responsabilidade é do autor da mensagem)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: