7 filmes para aprender um pouco de história

A reflexão que os filmes provocam, as mensagens que transmitem, as ideias que chocam, os exemplos dos personagens, as reconstituições de época e a recuperação de histórias não conhecidas ou há muito esquecidas os tornam ferramentas importantes para fixar alguns conteúdos de épocas não vividas. “Um filme como a Lista de Schindler fez mais pela memória do Holocausto para os mais jovens do que muitos livros acadêmicos sobre o tema. A série de televisão Anos Rebeldes, de Gilberto Braga fez mais pelas mobilizações de rua no ano de 1992 – o fora Collor – do que muito discurso da UNE”, ressalta o professor de História no Curso Positivo, Daniel Medeiros.

Ele alerta, porém, que os filmes devem ser um apoio para o estudo, mas não a única ferramenta. “É preciso lembrar que filmes são obras de autores e, por isso, são uma visão dos fatos narrados”. Para quem quer aproveitar o tempo livre para o lazer e a família, sem deixar os estudos de lado, confira dicas de filmes que podem ajudar a memorizar e entender melhor o conteúdo:

UM DIA MUITO ESPECIAL
Ano: 1977
Direção: Ettore Scola
Tema: Fascismo
Prestar atenção em: O filme se passa no dia 8 de maio de 1938, dia da visita de Hitler a Roma, e narra o encontro de uma dona de casa – casada com um fascista – e um radialista demitido – e homossexual. Enquanto ouvem os ruídos da turba e do foguetório, trocam confidências sobre as fragilidades dos indivíduos sensíveis em meio a um regime violento e opressor.
Pontos fortes: Destaca com incrível qualidade o perigo maior dos regimes totalitários: a desumanização.
Sugestão: Professor Daniel Medeiros

QUE BOM TE VER VIVA

Ano: 1989
Direção: Lúcia Murat
Tema: Ditadura Militar

viva-slider1

Prestar atenção em: O filme apresenta um misto de documentário e interpretação da história de várias mulheres torturadas durante o regime militar. Preste atenção no olhar das narradoras e sinta a dor do que elas passaram enquanto elas lembram e contam seus infortúnios.
Pontos fortes: O texto, que resgata experiências intensas de uma época e de uma barbárie que nunca ninguém deve esquecer e deve sempre ser lembrada para os mais jovens.
Sugestão: Professor Daniel Medeiros
LUTERO

Ano: 2003
Direção: Eric Till
Tema: Igrejas / Guerras Religiosas

luthero

Prestar atenção em: Na interferência que a Igreja, na figura do papa, ainda buscava exercer sobre alguns estados nacionais em pleno século XVI.
Pontos fortes: A obra mostra com profundidade a situação social dos habitantes dos estados germânicos: suas atividades agrárias, seu modelo feudal de organização, o temor de algumas comunidades da cobrança abusiva de dízimos eclesiásticos bem como a organização política no modelo de confederação de estados germânicos. Além disso, mostra com profundidade a crítica que alguns setores da própria Igreja faziam à sua conduta.
Sugestão: Professor Rogério Pereira

ADEUS LENIN
Ano: 2004
Direção: Wolfgang Becker
Tema: Muro de Berlim

Encontro-com-o-Cinema-Alemão-Adeus-Lênin-PROMO-22SETEMBRO2014
Prestar atenção em: Nas condições materiais dos habitantes da parte Oriental da Alemanha.
Pontos fortes: Mostra com clareza os embates entre diferentes gerações de alemães orientais sobre se o socialismo era ou não a forma ideal de governo.
Sugestão: Professor Rogério Pereira
BASTARDOS INGLÓRIOS
Ano: 2009
Direção: Quentin Tarantino, Eli Roth
Tema: Segunda Guerra Mundial

bastardos1
Prestar atenção em: O filme inicia de forma muito interessante. Uma estância suíça produtora de leite é visitada por um general da SS e alguns soldados. O diálogo travado pelo dono da fazenda e pelo comandante da SS é muito elucidativo quanto à visão nazista sobre o povo judeu. Trata-se de uma cena marcante acompanhada pela obra The Verdict – Ennio Morricone, como trilha sonora.
Pontos fortes: O filme analisa os movimentos de resistência ao nazismo durante o período de guerra (1939 – 1945) e isso nos leva a refletir sobre a participação popular que não está inerte ante a violência e a intolerância.
Sugestão: Professor Tarsis Prado
DAENS: UM GRITO DE JUSTIÇA
Ano: 1992
Direção: Stinj Coninx
Tema: Revolução Industrial

daens
Prestar atenção em: Aspectos trabalhistas retratados no filme e condições precárias da classe operária. A figura do personagem principal, enquanto padre, defendendo os trabalhadores, também é um bom aspecto do filme.
Pontos fortes: A produção retrata de forma crítica a Revolução Industrial. Mostrando suas principais características na época, como a exploração do trabalho infantil e o início do trabalho feminino na indústria.
Sugestão: Professor Renato Mocellin

AGONIA E ÊXTASE
Ano: 1965
Direção:
Tema: Renascimento
Prestar atenção em: O filme é baseado no livro “The Agony and the Ecstasy”, de Irving Stone. O filme mostra a execução dos belos afrescos de Michelangelo que ornamentam o interior da Capela Sistina no Vaticano.
Pontos fortes: O filme aborda o complicado relacionamento entre o mecenas que encomendou a obra, o papa Júlio II, e seu grande autor, o genial artista florentino Michelangelo, que se considerava um escultor, e não um pintor; por isso não queria aceitar a encomenda das pinturas no teto da Capela Sistina. Acabou executando a obra com maestria entre os anos de entre 1508 e 1512.
Sugestão: Rogério Bastos Vieira

Deixe um comentário. (Os comentários não representam a opinião da Revista Olhar São Paulo. A responsabilidade é do autor da mensagem)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: