Você sabe o que é erotomania?

????????????????????????????????????

Quem não acompanhou apreensivo a notícia da tentativa de homicídio contra a apresentadora de televisão Ana Hickmann há alguns dias? Um fã da artista chamado Rodrigo Augusto de Pádua invadiu o quarto de um hotel disposta a matá-la, em Belo Horizonte (MG), mas foi morto durante a reação do cunhado de Ana, que conseguiu desarmar e atirar no homem. Movido por amor platônico, Rodrigo postava fotos e juras de amor eterno para a apresentadora em suas redes sociais e parecia fantasiar um fantasiar um relacionamento com a artista, o que o teria motivado a “vingar” suas frustrações pelo sentimento não correspondido.

Para Dr. Daniel Sócrates, psiquiatra da capital paulista, a situação denota um quadro de erotomania, que é a convicção delirante de uma pessoa que acredita que uma outra, geralmente de uma classe social mais elevada, está secretamente apaixonada por ela. O distúrbio também é conhecido como síndrome de Clérambault e ganhou esse nome após um estudo publicado pelo psiquiatra francês Gaëtan Gatian de Clérambault (1872–1934) sobre o assunto (Les Psychoses Passionelles, 1921).

“O indivíduo que sofre dessa síndrome pode também acreditar que ele e a outra pessoa, supostamente apaixonada, se comunicam secretamente através de métodos sutis como gestos de postura, arrumação de determinados objetos da casa, ou através de indícios ou pistas na mídia, no caso dos famosos “, diz o médico. A outra pessoa geralmente tem pouco ou nenhum contato com o indivíduo que sofre da síndrome, e que frequentemente acredita que o outro (objeto do delírio) iniciou a relação fictícia. A erotomania está no contexto de esquizofrenia.

Ocasionalmente, o objeto do delírio não existe; no entanto, o mais comum são casos de indivíduos que sofrem desse delírio tendo como objeto pessoas expostas na mídia como cantores, atores e políticos.

“É o delírio psicótico que nos faz imaginar que somos amados por alguém que já manifestou inequivocamente a sua rejeição. Trata-se de um distúrbio psicológico grave que leva a pessoa a ignorar um passo necessário para a relação: a sedução do outro”, comenta Daniel Sócrates.

O principal problema da erotomania é que se torna muito persistente e difícil de alterar com fatos. Mesmo que a vítima assegure sucessivas vezes que não corresponde ao sentimento, o erotómano poderá inventar razões pelas quais ela não quer admitir o seu amor. Recentemente famosos como Madonna, Miley Cyrus, Paris Hilton, Leonardo de DiCaprio e Rihanna sofreram com fãs que apresentavam essa característica.

Deixe um comentário. (Os comentários não representam a opinião da Revista Olhar São Paulo. A responsabilidade é do autor da mensagem)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: